Namorados para Sempre , até pelo péssimo titulo nacional e pelo fraco trailer, é uma obra que na primeira impressão sugere uma comedia ro...

149 - Namorados para Sempre (Blue Valentine/Derek Cianfrance/2010)


Namorados para Sempre, até pelo péssimo titulo nacional e pelo fraco trailer, é uma obra que na primeira impressão sugere uma comedia romântica das mais açucaradas, mas para quem se interessar, a realização do diretor e roteirista Derek Cianfrance, acostumado a documentários, torna sua investida em uma obra ficcional das mais interessantes.
A historia retrata o relacionamento de Dean (Ryan Gosling) e Cindy (Michelle Williams), mostrando os difíceis momentos atuais do casal e em flashbacks como eles se conheceram. Com as incursões no passado, o diretor traça um parâmetro das relações, em que coisas que não incomodavam no passado, passam a ser insuportáveis no presente. Isso de uma maneira bem competente e crível, trazendo a realidade deles para bem próxima da nossa. Com certeza, muita gente já passou por situações parecidas e vão se identificar com Dean ou Cindy.
As cenas deles se conhecendo são doces e divertidas, passadas na maioria das vezes em locais abertos, enquanto as cenas de discussões e brigas são passadas em lugares apertados, com a câmera bem perto dos atores, o que dá um sentimento claustrofobico crescente e criando bastante tensão.
O casal de atores se entrega aos papeis, com cenas de sexo bem cruas e com muitas outras cenas improvisadas por eles, que recebiam apenas sua parte do texto, para assim darem um tom de surpresa nas atuações, e em alguns momentos eles parecem mesmo surpresos com o que ouvem. Em uma outra seqüência, Ryan Gosling chegou a escalar uma grade no Brooklyn, ameaçando se jogar, o que deixou a equipe de filmagens em polvorosa.
O filme também tem um certo mistério que logo se soluciona, e traça de uma maneira bem simples o motivo pelo qual Cindy fica com Dean, já que ela tinha um namorado e estudava medicina, enquanto ele vivia de bicos. Como muitos poderiam dizer, ele não servia para ela.
Lendo alguns textos de outros cinéfilos, blogueiros e críticos cinematográficos, a tonica predominante das resenhas é que a obra não explora os motivos pelo qual Cindy deixa de amar Dean, até por ele ser um bom marido, mas achei o motivo todo bem claro e até simples, mas não vou escrever a minha impressão, até para quem assistir tirar suas próprias conclusões e Namorados para Sempre vale a pena ser assistido. Nota 09.

7 comentários:

Rodrigo Mendes disse...

Este filme é muito bom. Fotografia, roteiro e direção no ponto com atores corajosos. O problema foi o lançamento dele aqui no Brasil no dia dos namorados e com esta tradução esdrúxula. Nada é para sempre.

Abs.
Rodrigo
Vlw pelos comentários no cinema rodrigo Celo. Já estou divulgando o seu blog =D

Celo Silva disse...

O marketing cinematografico brasileiro as vezes apela demais...e o filme é muito bom mesmo. Vlw pela visita. Um abraço.

marcelo disse...

E aí Celo, beleza? Obrigado pela visita lá no blog, apareça quando quiser.
Também estou te seguindo.
Um abraço.

AAhh, e sobre esse filme aí,
eu não vi...

Celo Silva disse...

Marcelo, vlw pela visita, não deixe de assistir esse bom filme

É um filme forte, tenso e ótimo. Ryan Gosling e Michelle estão sensacionais em todos os sentidos.

B-Cine disse...

Huuuuuuuuuum...desconfio seriamente gostar desse filme... sei não...gora lançar no dia dos namorados foi uma baita duma estratégia sem vergonha. O título então...me recuso a fazer um comentário

Celo Silva disse...

Cleber, a entrega dos protagonista é notavel mesmo.

Brunão, acho q vc vai gostar mesmo, é uma obra diferenciada, agora, os caras fazem de tudo para ganhar dinheiro, o casal q foi ao cinema assistir pensando ser uma comedia romantica deve ter ficado muito puto...hahaha.