Uma das tradições que tenho na vida desde que me lembro como gente é assistir Cantando na Chuva nos finais de ano, principalmente em sua...

365 - Cantando na Chuva (Singin´ in the Rain/Gene Kelly e Stanley Donen/1952)


Uma das tradições que tenho na vida desde que me lembro como gente é assistir Cantando na Chuva nos finais de ano, principalmente em sua virada, lá pelas 3:00 da manhã do primeiro dia do ano vindouro. Lembro de ainda criança abandonar festas para poder ir para casa sozinho ou às vezes acompanhado e conferir essa preciosidade que foi costumais ser apresentado pela Rede Globo durante alguns bons reveillons. Nossa, são tantas lembranças e emoções (parafraseando o Rei Roberto Carlos) quando volto a esses tempos e momentos que tenho que me conter porque a emoção flui automaticamente. Assistia com amigos, irmãs, tios, mas a pessoa que sempre me convidava ou lembrava da exibição era minha saudosa Avó, aquela senhora simples delirava com o sapateado de um sujeito bonitão e com pinta de galã chamado Gene Kelly.

Gene Kelly, senão fosse esse moço e minha querida avó talvez eu nem fosse tão fã de cinema. Em mais lembranças, recordo que nas primeiras apreciações pouco entendia da história, que na minha mente infantil parecia um tanto confusa (e que na verdade é deliciosamente simples desde o primeiro frame), mas sinceramente, nem ligava. A sensação de alegria e felicidade que Cantando na Chuva me passava era mais forte que qualquer historia, roteiro ou atuação. Ao menor sinal das notas de Make ‘Em Laugh ou Good Morning já tinha vontade de sair imitando Kelly pela sala e tenho que confessar que mesmo com 34 anos ainda tenho esse desejo quando vejo esse homem de pés rápidos e carisma inigualável saltar ou fazer piruetas pela tela. Quando Kelly dança, a vida fica mais fácil. Uma tempestade vira uma festa, aonde quem se sente celebrado é o espectador com tamanha vivacidade de artistas completos e mágicos como Gene Kelly, Donald O´Connor (mito) e a linda Debbie Reynolds.

Para finalizar essa maratona cinéfila pessoal, revi Cantando na Chuva pela enésima vez no dia 30 de Dezembro, ao lado da minha esposa que teve que me conter em momentos mais exaltados. Minha vontade era conferir na madrugada de 31 para 1º de Janeiro e assim homenagear minha querida e saudosíssima avó, mas o envolvimento em uma reunião de amigos para o reveillon aqui em casa me deixou na dúvida se realmente o conseguiria. Já viu, nê? Uma cervejinha aqui, um espumante ali e a única coisa que provavelmente verei é a cama ao final de tudo, mas não deixou de ser minha homenagem a essa especial mulher e também gostaria de com essa obra-prima saudar aos que freqüentaram meu espaço e me aturaram durante esse ano de 2011. Desejo a TODOS um 2012 cheio de realizações e muita Saúde (que é o que realmente importa). Volto ainda para mais uma postagem explanativa. Abraços e Beijos a todos e Cantem na Chuva se necessário for! 



12 comentários:

J. BRUNO disse...

Simplesmente adorei o post, a emoção com que você o escreveu está latente em cada linha! Perfeito Celo!

Assistir "Cantando na Chuva" é realmente uma maneira mágica de começar o ano, o filme é mágico, sua trilha sonora é mágica, sim é perfeito...

Celo, espero de todo o coração que sua maratona se renove no próximo ano, ainda que sua meta esteja cumprida com louvores, tenho certeza que não só eu, mas boa parte de seus amigos e seguidores se apegaram, de uma forma muito especial às suas dicas!

Parabéns amigo!

MAraviiiiilha... meu filho acaba de chegar aqui em casa, com a cara mais lerda do mundo e dizendo, só com a cabeça aparecendo por detrás da parede "mãe, estava brincando na chuva"... me veio à cabeça "cantando na chuva" de imediato! hahahahah... nem consegui brigar com ele. Afinal, ano novo tem que começar de bom humor! Deixe estar, que amanhã eu chamarei atenção dele! Rá ...:P Parabéns pelo post, Celo Silva...

bjs JoicySorciere - Blog Umas e outras...

Elson disse...

Te acompanhei desde as primeiras postagens no ano, um tanto desconfiado que não darias conta de assistir tanto filme num ano só, e não é que conseguiste?
E ainda encerrou com chave de ouro, este musical é uma pílula de energia eterna, um clássico atemporal.
Depois vou fazer a minha contagem de todos os filmes vistos por mim esse ano, e claro a lista dos 10 melhores que ainda não fiz.
Felicidades pra vc juntamente com os seus familiares.

HAHAHAHAHA, quaaaaase! Atingiu a meta beeeem no ponto! Parabéns.

E esse filme é mágico, incrível.

Ps: Estou aguardando seu próximo projeto, eim...


Abs!

Acabo de chegar das comemorações do ano novo e já vou postando aqui! Parabéns, Celo! Meta cumprida com uma conclusão sensacional! Parabéns e que seu 2012 seja tão sensacional quanto este filme! E aguardo aqui os seus próximos projetos!

Grande abraço!

Raildon Lucena disse...

Curiosamente, depois das comemorações de Reveillon revi "Cantando na Chuva". Acho que é um desses filmes tolinhos que conseguem arrancar nossos sorrisos sinceros. É também um dos meus preferidos!

Celo Silva disse...

Bruno, CANTANDO NA CHUVA é um filme especial para mim, não tinha como ser diferente esse texto. Fico feliz que tenha tido pessoas que gostaram do meu espaaço. Logo divulgo as novidades;

Joicy, coitado do garoto...rs....não briga não!;

Elson, agradeço de coração a sua presença aqui desde os idos do blog, de certa maneira vc me motivo duvidando da minha proeza...rs.. Espero poder manter contato com vc, um cara tão bacana. Vc tem face, twitter, msn? Depois passa para mim para poder te divulgar o endereço novo, bom 2012 para vc tb cara, de muitas realizações,grande Abraço!

Celo Silva disse...

Victor, deixei para o último dia de proposito...heheh...logo que aberto o novo endereço, passo para vc meu caro;

Fabio, sinceramente, obrigado por prestigiar meu espaço, vc é um cara muito bem-vindo! Logo te passo meu endereço novo tb, gostei desse negocio de blog...rs.. Grande Abraço, rapaz!;

Raildon, então dormiu feliz depois...rs...CANTANDO NA CHUVA é uma obra sublime, um afago no coração!

Abs a Tds!

Adorei o post, realmente esse é um filme sensacional! Parabéns pelo Blog. Abraços

Alan Raspante disse...

Sensacional o post. Gostei da escolha do último filme, por mais que Cantando não seja o meu musical favorito (:

Parabéns por ter completado o feito. Coooooonseguiu!

disse...

É, de fato, uma das melhores maneiras de começar o ano. "Cantando na Chuva" é capaz de colocar um sorriso no rosto de qualquer um. Adorei o jeito como você descreveu as memórias que vêm junto com este filme.
Abraços e feliz 2012!

Carol Machado disse...

Adoro o filme também Celo, e seu texto ficou muito bacana, adorei saber que sua avozinha foi uma das instigadoras dessa sua paixão! Beijo grande!