Nessa nova aventura, o bando de Lobos vai para a Tailândia celebrar o casamento do dentista Stu ( Ed Helms ) e mais uma vez se metem em...

131 - Se Beber, Não Case! Parte II (The Hangover Part II/Todd Philips/2011)


Nessa nova aventura, o bando de Lobos vai para a Tailândia celebrar o casamento do dentista Stu (Ed Helms) e mais uma vez se metem em uma noite de bebedeiras e loucuras. No dia seguinte, percebem que Teddy (Mason Lee), irmão da noiva, sumiu. Então saem por Bangkok à procura do rapaz, novamente sem lembrar de nada do que aconteceu.
Se Beber, Não Case! Parte 2 é mais do mesmo, com as repetidas situações do primeiro, mas exploradas muito bem. Digo até que achei essa produção superior a anterior. Talvez pelo aspecto do filme que contrasta situações cômicas com momentos que remetem a filmes de suspense. Li uma entrevista do ator Ed Helms em que diz que se tirarem as piadas, o filme vira um excelente thriller, concordo plenamente.
A obra do diretor Todd Philips também capricha nas piadas sujas, algumas beirando a escatologia, mas que funcionam muito bem no contexto da historia. O filme ousa em mostrar diversas cenas de nu frontal masculino e a todo tempo sacaneia a cidade de Bangkok, que é representada como uma verdadeira selva underground de tipos estranhos e lugares inóspitos. Se houver mais uma continuação, eles poderiam vir celebrar o casamento no RJ, seria hilário ver o bando de Lobos se enveredarem por favelas, bailes funks, Vila Mimosa e outros lugares tão agradáveis que temos por aqui.
Os atores mantêm o mesmo timing cômico do primeiro e nesse o personagem Mr. Chow (Ken Jeong), o bandido internacional, rouba muitas cenas, de rachar o bico a sequência em que o macaco aperta o seu minúsculo pinto. Aliás, uma das boas aquisições é a presença do macaquinho traficante. No mais, Ed Helms é o melhor em cena, fazendo o tipo certinho que só se da mal e protagonizado as cenas mais bad - trip, Bradley Cooper continua usando da sua boa aparência e bom mocismo para fazer piadas e Zach Galifianakis repete o papel de gordinho chato e paranóico, mas com mais destaque, a cena em que mostra como vê o mundo, em que todos são crianças também ficou muito boa e engraçada. Justin Bartha faz uma participação burocrática e Paul Giamatti aparece bem em uma ponta. O epílogo com uma participação especial ilustre finaliza muito bem o filme.
Se Beber, Não Case! Parte 2 é um filme que me fez rir bastante, mas é uma realização que pode ofender; principalmente quem curte comédias mais tradicionais. Para ser assistido com os amigos, de preferência com uma cerveja na mão. Nota 07.

6 comentários:

Hugo disse...

Preciso assistir ainda o primeiro filme.

Abraço

B-Cine disse...

Marcelo, eu to com o primeiro flme aqui e aida não assisti. Depois desse seu post me deu muita vontade de conferir. Adorei quando vc falou em fazer o filme no RJ... hehehehe
Aliás belíssimo post...deu até pra sentir o cheiro de cevada...hehehehe

Celo Silva disse...

Cara, esse filme me surpreendeu positivamente. Tinho gostado do primeiro, mas não acreditava na continuação que só assisti porque não queria pensar muito. Vale a pena.

pudimdecinema disse...

Divetido parece ser. Acho que verei esse aí.

K disse...

assisti ao filme e, na minha opinião, Stu rouba a cena, com suas caras e bocas..muito engraçado.
vale a pena para quem procura dar umas risadas sem pensar em nada. PS: no RJ seria demais.
blogtvmovies.blogspot.com

Celo Silva disse...

Pudim - Diversão garantida

K - Obrigado pela visita, Ed Helms rouba a cena mesmo e acho que RJ seria uma boa opção hehehe...já que aparentemente entramos na rota das grandes produções. Um abraço.