Harry Powell ( Robert Mitchum ) se considera pastor, subverte dogmas e usa a religião e Deus para justificar seus atos hediondos, como ex...

328 - O Mensageiro do Diabo (The Night of The Hunter/Charles Laughton/1955)


Harry Powell (Robert Mitchum) se considera pastor, subverte dogmas e usa a religião e Deus para justificar seus atos hediondos, como extorquir e assassinar mulheres por onde passa. Detido por um crime menor, Powell conhece na cadeia Ben Harper (Peter Graves), sujeito preso após cometer um ato de desespero e que espera no corredor da morte sua execução. Durante o convívio no encarceramento, Harper revela ao falso pastor que tem uma relevante quantia em dinheiro escondida na casa de sua família. O maldoso e ambicioso Powell assim que sai da prisão resolve ir ao encontro da família de Harper, composta pela viúva e os dois filhos pequenos, na intenção de se apossar da soma em dinheiro que se encontra oculta na propriedade.

Mensageiro do Diabo é uma excelente obra, diria que é notável como o diretor e ator Charles Laughton conduz a disputa entre o bem e o mal nessa sua única incursão na direção. Assim como o pastor Harry Powell é imbuído de todas as características que podem ser consideradas malignas, os outros personagens são dotados de nuances bem particulares como os filhos de Harper que carregam a ingenuidade e perseverança necessária, mesmo parecendo desprotegidos em boa parte do filme, ou uma senhora determinada que surge em certo momento como se fosse o bem necessário para enfrentar aquele pernicioso homem. O filme ainda é passado na época da grande depressão americana, o que lhe concede um clima bem particular, de crianças abandonadas pela família, que passam fome e vagam pelas estradas a procura de alimentos e um local para dormir. Nesse ponto, o filme se torna até um pouco triste e melancólico, mas Laughton consegue mesclar com competência esse clima dramático com certos momentos de suspense.

A trilha sonora e a belíssima e brilhante fotografia em preto em branco são algo a parte nessa realização, diria que os fotogramas surgem quase como um personagem no filme de tão importante que são. Cenas em que sombras parecem espreitar os personagens ou outras que mesclam certa sensibilidade com um clima de horror dos filmes da década de 30 e 40. Uma das seqüências em que vemos no fundo do lago o que aconteceu com uma das viúvas de Powell é impressionante de tão bem realizada, sim a cena é bem macabra, mas ao mesmo tempo rende louvores a sua impressionante beleza estética. Claro que Mensageiro do Diabo pode e deve causar um bocado de divagações, porque é um filme repleto de pequenas interpretações, metáforas e analogias, principalmente sobre religião. Há tantos detalhes nas atuações e na trama que poderia ficar um bom tempo aqui escrevendo sobre eles, mas recomendo a quem se interessar assistir essa maravilhosa obra e tirar suas próprias conclusões, porque é material de extrema qualidade e obrigatório. 


6 comentários:

Todo mundo elogia esse grande clássico do cinema. Acredita que eu ainda não vi?

Esse eu pretendo rever em breve. Baixei numa cópia em HD, o que deve ajudar na apreciação.

Celo, assisti esse filme há tanto tempoooooo!! Nossa, dia desses estava tentando me lembrar do título dele. Adorei a resenha... deu vontade de rever!!! O.O

Ah, sobre seu coment lá no blog, eu riii do "sinistro"... põe sinistro nisso!!! Como professora de crianças e mãe, vejo o quanto as crianças estão caindo cada vez mais cedo nas amarras do consumismo. É um trabalho que precisamos fazer cada vez mais cedo, em casa e nas escolas. Porém, querendo ou não, por mais que seja um difícil trabalho para os pais, é necessário saber dizer não para essa necessidade que as crianças apresentam, cada vez mais cedo. Confesso que as vezes sofro com meu filho... mas, sou um tanto firme e caxias com isso! Temos que ser, né? Pois, como vc disse, não adianta esperarmos que as agencias de publicidade percebam que precisam maneirar nas campanhas! Rsrsrsrsrs
Abração JoicySorciere - Blog Umas e outras...

Celo Silva disse...

Pô Gilberto, tá na hora de resolver isso hein?...hehhe

Ailton, tb vi em uma copia em HD, tá muito bonito;

Joicy, é uma boa opção de revisão, vlw pela visita! És sempre bem vinda por aqui.

Abs a Tds!

Revi, outro dia, numa cópia HD e, de fato, apreciei o filme com mais verdade, mais intensamente. Achei uma grande fábula macabra. Uma fotografia tão perfeita, arrebatadora, é difícil compreender como esse trabalho sequer teve indicação ao Oscar - ainda bem que, hoje, é bem cultuado e reconhecido. Que bom ver esse filme aqui! eu sempre recomendo, acho que todo mundo deve conhecer e admirar. Seu texto, como sempre, sintetiza tudo muito bem! abs

Celo Silva disse...

Cris, vlw pelos elogios meu caro, MENSAGEIRO DO DIABO é um filme foda mesmo, a copia em HD valoriza muito ele.