Tenho que assumir que adoro comédias despretensiosas, principalmente as que carregam humor adolescente, servem como delicioso escapismo e hi...

273 - 274 - Duas Comédias

Tenho que assumir que adoro comédias despretensiosas, principalmente as que carregam humor adolescente, servem como delicioso escapismo e higiene mental. Claro que em sua maioria elas se apresentam recheadas de clichês ou com traminhas bem ralas, mas vez ou outra alguma surpreende em alguns aspectos, como as duas que escreverei brevemente abaixo:

 - Provas e Trapaças (Assassination of a High School President/Brett Simon/2008)

Comédia estudantil, interessante e movimentada que retrata a investigação de um aspirante a jornalista sobre o roubo de umas provas da sala da diretoria. A trama envolve algumas conspirações, como trafico de remédios e drogas, mas tudo com um humor ligeiramente ácido. O filme conta com Bruce Willis interpretando o diretor da escola, ex-combatente e paranóico, e com Mischa Barton fazendo o papel de mais popular do colégio, mesmo a moça parecendo já meio velha para o personagem. O ator principal Reece Thompson se mostra uma grata surpresa e consegue segurar o filme até o final, que ainda tem o bom gosto de apresentar uma trilha sonora com algumas canções dos Mutantes;



 - Jovens, Doidos e Alucinados (The Quest/Mike Fleiss/2003)

Bancando de falso documentário, esse filme acompanha o que seria um arranjo entre amigos para que um deles perca a virgindade em um balneário mexicano. Com um humor escatológico que se assemelha muito com o da trupe do Jackass, essa comédia é de riso fácil e com algumas seqüências de mau gosto, mas consegue causar certa surpresa captando momentos sensíveis, alem de expressar muito bem esse sentimento de juventude com tantos hormônios em ebulição. Todos os atores são desconhecidos e existe uma preocupação com que o filme realmente pareça um DOC, o que acaba sendo interessante e fugindo da mesmice de produções parecidas. Com muita bebedeira e sacanagem, ainda apresenta dois anões que inevitavelmente roubam todas as cenas em que aparecem;


São filmes com alguma graça e divertidos, que valem uma olhada em turma ou sozinho, não vão mudar a vida de ninguém, mas rir um pouco sem culpa não faz mal em nada.



4 comentários:

@blogaritmox disse...

Obrigado, cara, também linkei o seu blog no Blogaritmox.

E voce é muito louco! 365 filmes em 1 ano! Pô, quanta coragem. Parabéns pela determinação.

Maxwell Soares disse...

Olá, Celo. Sou muito chato quando o assunto é comédia. Gosto mais dos Clássicos. Uma comédia que indico e ,até hoje, é "Alguém tem que ceder". No mais está ótimo seu blogger. Um abraço. Talvez tenha conseguido solucionar o problema no meu blogger. Um abraço...

Confesso que nem tenho vontade de conferir nenhum dos dois, mas, talvez, posso querer conferir o primeiro por conta da Misha. Ela anda sumida. Gostava dela em The OC.

Abraço

Celo Silva disse...

blogaritmox, vlw pela visita e pela força,devo ser meio louco mesmo, mas até q to curtindo. Apareça sempre!;

Maxwell, ALGUEM TEM QUE CEDER é otimo, cadastrei meu email no teu blog e agora to recebendo as atualizações por ele;

Cris, são filmes descartaveis mesmo, mas vale uma risada, o do Mischa até q tem um ritmo bom.

Abs a tds!