Quando aparece algum filme que logo pipocam um monte de comentários elogiosos sobre acabo ficando um tanto desconfiado, mas a campanha posit...

272 - Amizade Colorida (Friends with Benefits/Will Gluck/2011)

Quando aparece algum filme que logo pipocam um monte de comentários elogiosos sobre acabo ficando um tanto desconfiado, mas a campanha positiva sobre Amizade Colorida procede, pois o longa é bem divertido mesmo, apresentando uma química exuberante entre o casal protagonista, alem de ser um sopro de audácia em meio a produções parecidas e tão politicamente corretas que costumam ser realizadas por Hollywood.

Se bem que esse ano de 2011 já houve algumas produções que descortinavam o pudor excessivo de comedias românticas, jogando o sexo logo de inicio na cara da platéia, como a dramédia Amor e Outras Drogas dirigida pela mão pesada de Edward Zwick e Sexo sem Compromisso de Ivan Reitman, que ainda não conferi (e nem sei se vou) devido a tantos comentários negativos que acabaram me desestimulando.

Alem da atuação pulsante de Justin Timberlake e da belíssima Mila Kunis (que belos olhos a moça tem, seriam só os olhos mesmo?), Amizade Colorida se torna interessante por apresentar uma trama que satiriza as próprias comédias românticas, alem dos vilões do filme serem os próprios protagonistas, que só não ficam um com outro porque querem manter a proposta de apenas fazer sexo casual, sem amor, sem obrigações. Um paraíso para alguns, mas como sabemos, não é assim que as coisas funcionam, principalmente em um filme.

O diretor Will Gluck, do divertido A Mentira de 2010, comprova que tem talento para conduzir comédias com um tom mais ácido, criando alguns momentos interessantes, como o flashmob do prólogo, além de utilizar muito bem a atmosfera de casualidades da cidade de Nova Iorque, uma cidade que parece perfeita para encontros e desencontros. Com coadjuvantes (Richard Jenkins, Patrícia Clarkson, Bryan Greenberg, Emma Stone, Andy Samberg) que dão suporte devido para a dupla principal brilhar, Amizade Colorida é uma grata surpresa e está entre as produções de destaque desse ano.


9 comentários:

alan raspante disse...

Quero ver, mas cadê que esse filme estreiou por aqui?? rs

Eu diria que vale a pena a espiada também em SEXO SEM COMPROMISSO, embora fique bem atrás desse.

beto disse...

Interessante, "SEXO SEM COMPROMISSO" e este filme praticamente tem a mesma história. Só que este aqui é realmente bem superior, pelo enredo e pelos atores.

Eu acho que esse filme consegue dialogar bem com a juventude e às pessoas que precisam de um sentimento, mas que apegam-se a relações sexuais, talvez com medo de se frustrar.

O casal é bem próximo do público, Kunis e Timberlake estão em bela sintonia. Ainda assim, é um filme regular, sem maiores surpresas, mesmo sendo mais interessante que aquele fraco "Sexo sem compromisso" com a Portman.

Ainda assim prefiro "Amor e Outras Drogas" que é muito interessante e não vejo nada de "mão pesada" na direção, pelo contrário, Zwick é um bom diretor!


Em breve posto no Apimentário este filme, aguarde!

Abração

Renata disse...

Também fui ver Amizade Colorida com um pé atrás e me diverti. É bom ver uma comédia que sabe rir de si mesma com moderação!

Kamila disse...

Ainda não assisti a este filme, mas até que tenho lido bons comentários sobre ele.

Amanda Aouad disse...

Olá, Celo, estou aqui retribuindo a visita, ótima a idéia do blog, hehe. Já coloquei no blogroll do CinePipocaCult.

Quanto a Amizade Coloria, pois é, parece que as comédias românticas estão entrando cada vez mais por esse lado de mais sexo e menos amor. Fala com o próprio tempo. E os pontos fortes desse são mesmo a química do casal e a sátira ao próprio gênero.

abraços

Celo Silva disse...

Alan, vale uma olhada sim, estranho esse filme não ter entrado em cartaz por ai;

Ailton, de repente confiro SEXO SEM COMPROMISSO, mas pela Portman mesmo;

Beto, os filmes parecem parecidos mesmo, mas parece que AMIZADE COLORIDA é bem superior mesmo;

Cris, gosto de Zwick em filmes mais viris, acho q mão pesa qd tem q tratar de temas mais sensiveis, não gostei de AMOR E OUTRAS DROGAS;

Renata, é um filme q parece esta supreendendo a tds, obrigado pela visita!;

Kamila, é um filme q esta agradando geral, na espera por suas considerações sobre, uma visão feminina é sempre importante;

Amanda, vlw pela visita! Me tornei fã instanteamente do seu blog. De vez qd parece q Hollywood resolve dar um tino diferente em suas produções.Tomara q contionue assim, fica bem mais gostoso..hehe..

Abs a Tds!

@mateusgborges disse...

Bom, eu achei ele a melhor comédia romantica de 2011. É bem dirigido, articulado, e os atores tiveram uma ligação muito boa. Penso até em rever futuramente.