Equipe de mercenários lideradas por Barney Ross ( Sylvester Stallone ) é contratada para libertar republiqueta de ditadura apoiada por ex - ...

60 - Os Mercenários (The Expendables/Sylvester Stallone/2010)

Equipe de mercenários lideradas por Barney Ross (Sylvester Stallone) é contratada para libertar republiqueta de ditadura apoiada por ex - agente da CIA (Eric Roberts) em algum país genérico da America Latina. Apesar de várias críticas positivas exaltando o filme como um revival do cinema de ação dos anos 80, fiquei um tanto decepcionado com esse Os Mercenários. A começar com o roteiro escrito por Stallone, quer dizer , o fiapo de roteiro, já que o longa nada mais é que um amarrado de cenas de ação, algumas com o uso de CG bem porco, mal feitos mesmo, principalmente o sangue e as cenas de morte com facas, bem artificial. Pensando bem, o projeto parece que começou com a intenção de ser sério, mas em algum momento Sly deve ter percebido a dificuldade que seria  de fazer um filme decente com tantos atores acostumados a  perfomances dramáticas ruins e que também não conseguiria aprofundar o perfil de tantos personagens ou que o carisma do elenco seria suficiente para segurar o filme. Como já estava tudo meio encaminhado com o elenco, ele mudou a idéia e fez um grande filme de ação B, usando isso como desculpa para o tratamento lixo que foi dado ao roteiro. Nem sei se dá para classificar as atuações, já que são todas bem caricatas, sem contar que ele encheu o filme com ex - lutadores do UFC, é forçar a barra demais. Até as sequências de ação e lutas achei bem fraquinhas e entediantes, se comparado a filmes recentes como a trilogia Bourne ou Salt, que tem cenas de tirar o folêgo. De bom, umas duas cenas de perseguição de carros, a cenas da Igreja com Sly, Willis e Schwarza; e a cena final com todos os atores bem descontraídos numa disputa de facas. Para quem eu achava que tinha potencial para ser um novo Clint Eastwood na direção, ficou o gosto amargo na boca, mas como Sly costuma se reinventar, talvez na próxima ele acerte. Nota 05.

4 comentários:

B-Cine disse...

Até hoje nunca assisti aos filmes dirigidos pelo Stallone. Fica a curiosidade apenas de ver aqueles atores oitentistas reunidos, já que na direção, o único filme elogiado de Sly é o último Rocky.

Celo Silva disse...

Vc tem razão, mas eu achava que pela experiencia e pelas porradas que levou, ele poderia se tornar um cineasta melhor, mas sei lá...acho q me precipitei.

Hugo disse...

Talvez eu por ter eu vivido os anos oitenta, tenha gostado mais deste filme.
O longa é uma grande homenagem aos filmes de ação da época, que em sua maioria se preocupavam pouco com roteiro e atuações, mas faziam sucesso com a molecada pelas cenas de ação.
Para a geração atual acostumada com filmes tecnicamente perfeitos, este trabalho de Stallone não deve agradar muito.

Estou linkando seu endereço no meu blog, sempre que puder passarei por aqui.

Abraço

Celo Silva disse...

Hugo, vivi mais os anos 90, mas assisti e gosto de muitas coisas oitentista (como as comedias do John Hughes), os filmes do 007, Karate Kid...acho que talvez por não ser muito fã do Stallone o filme não tenha me pego pelo saudosismo, mas gostei de Rocky Balboa e Rambo IV e achava que Sly teria uma promissora carreira de cineasta.